domingo, janeiro 20, 2013

#5 - Casa de mi padre, de Matt Piedmont

Mais um filme dirigido por um roteirista do Saturday Night Live. Provavelmente, Casa de mi padre nem vai ganhar o circuito brasileiro. Foi lançado lá fora, mas não deu muito certo. Talvez exista mesmo uma resistência para produções do tipo. Trata-se de uma comédia que brinca com os clichês das produções mexicanas de baixo orçamento, brincadeira que Robert Rodriguez fez com certo êxito. Acontece que o público de Rodriguez é bem diferente do público do SNL.

O roteiro é uma besteira tremenda, como deveria ser mesmo. Um sujeito nascido e criado num rancho mexicano vê a honra de sua família ameaçada depois que seu irmão, o mais querido pelo pai, volta da Cidade do México anunciando que vai se casar com uma sedutora e misteriosa mulher. Will Ferrell, que é um cara engraçado, é a grande estrela do filme, interpretando o tal rancheiro boboca e sentimentalista que percebe algo de errado com o casamento. Gael García Bernal faz ponta de luxo como um narcotraficante.

O grande barato de Casa de mi padre, que é a brincadeira com a estética do exagero dramático, pode - e deve - passar despercebido para a maioria. Há cenários falsos, erros de continuidade, efeitos toscos e falhas propositais na montagem. O filme é falado em um espanhol pífio, já que Ferrell e seus compatriotas não têm qualquer familiaridade com o idioma. De resto, é entrar no clima.

Duvido que agrade muita gente...

4 comentários:

renatocinema disse...

Eu acho que vai me agradar....pena que talvez não chegue legal a nosso mercado.

Vou tentar achar pela net.


abraços

Kamila disse...

Sou sempre muito curiosa em relação aos filmes produzidos pela turma oriunda do SNL. Ainda não tinha ouvido falar desse longa, mas gostei do seu texto. Só fiquei meio assim ressabiada com a frase: "duvido que agrade muita gente....".

Beijos!

MÁRCIO SILVA disse...

Faz tempo que tô esperando pra ver esse filme e já estou procurando uma cadeira junto à minoria que vai curtir Casa de mi padre. Abração!

Osvaldo disse...

Já tem no Netflix. Eu gostei.