sábado, janeiro 12, 2013

#3 - Vizinhos imediatos de 3º grau (The Watch), de Akiva Schaffer

Pelo elenco, valia a pena: Ben Stiller, Vince Vaughn, Seth Rogen e a estrela maior, que também é a que não está no firmamento, Richard Ayoade - o Moss de The IT Crowd, o melhor seriado do mundo. Já pelo roteiro, nem tanto. Ainda que seja dirigido por um roteirista do Saturday Night Live, Vizinhos imediatos de 3º grau (um dos piores títulos em português da história recente) é aquele filme bobamente sério, do tipo que não ousa tanto para não passar de uma linha imaginária cartografada pelo mercado cinematográfico. E quando um filme é bobamente sério ao invés de ser seriamente bobo, não costuma me agradar.

A história se passa em um pequeno bairro do subúrbio estadunidense. Quando uma série de estranhos assassinatos toma conta do lugar, diante da ineficácia da polícia local, o quarteto supracitado se une e forma um esquadrão de vigília comunitária. Como o título sugere, logo eles se veem diante de alienígenas que ameaçam destruir a Terra.

Vá lá, há sequências divertidas. Poucas, mas elas existem. Os diálogos, que podiam ser bem trabalhados dado o talento dos atores para o improviso, são pífios. O desfecho é realmente o pior, mas nada muito diferente do que acontece com o resto das comédias bobamente sérias - inclusive das que fazem sucesso na bilheteria. Essa, provavelmente, vai passar despercebida.

 Pobre Ayoade... Não precisava.

Nenhum comentário: