sábado, dezembro 17, 2011

#75 - Submarine, de Richard Ayoade

Negativo, não estou me confundindo. Nem querendo confundir você, donairoso leitor. Quer dizer, mais ou menos: coloquei a resenha de Submarine logo após a de Submarino meio de propósito mesmo. No entanto, são dois filmes completamente diferentes. Este aqui me chamou a atenção por causa do diretor, ninguém menos que o fantástico e talentoso Richard Ayoade - a saber, o infame Moss do seriado britânico The IT Crowd (ao lado de Flight of the Conchords, os únicos dois seriados de TV que eu acompanhei com entusiasmo e afinco). E não é que o cara mandou bem na direção?

O filme conta a história de Oliver (o ótimo Craig Roberts), um jovem que traça um objetivo de vida: perder a virgindade antes do próximo aniversário. Desajeitado com o sexo oposto, acaba se envolvendo com uma excêntrica colega de turma, Jordana (a também ótima Yasmin Paige). Ao contrário da maioria dos filmes  do gênero, nos quais adolescentes com hormônios descompensados buscam desesperadamente o coito, Submarine é um retrato tragicômico da descoberta do amor e do sexo. Envolve não somente os jovens, mas também suas respectivas famílias.

Além do excelente roteiro, a edição é caprichada e a trilha sonora é descolada. O elenco ainda conta com Sally Hawkins, ótima. Trata-se de um filme muito fácil de se gostar. Tão fácil quanto dar risadas intermináveis com as esquisitices de Moss.

Um comentário:

renatocinema disse...

Se possui excelente roteiro, como diz, merece sempre atenção.

Esta complicado achar ótimos roteiros.