segunda-feira, outubro 10, 2011

#48 - Pearl Jam Twenty, de Cameron Crowe





Antes de ser diretor, Cameron Crowe é jornalista. Aliás, um escriba que tem como material e inspiração a música. Com pouca idade, já redigia artigos para a Rolling Stones, importante revista sobre o show bizz. Inclusive, um de seus melhores filmes, autobiográfico, é Quase famosos, no qual o roteiro narra sua primeira aventura na estrada, ainda adolescente, com uma banda de rock.

Por toda essa credencial, ninguém mais indicado do que ele, o sujeito que também realizou a comédia romântica Singles - Vida de solteiro (que levava à tela romances em meio à cena musical de Seattle), para dirigir um documentário sobre a trajetória de uma das bandas de rock mais importantes dos últimos tempos, o Pearl Jam.

Durante as duas horas de projeção de Pearl Jam Twenty, que passam voando, Crowe reúne um punhado de sensacionais imagens de arquivo e arranca confissões incríveis sobre a vida do quinteto estadunidense ao longo de 20 anos bem ouvidos. Por exemplo, testemunhamos o nascimento da belíssima "Daughter"; acompanhamos de perto a tragédia do show na Dinamarca, quando nove jovens foram mortos após serem pisoteados; testemunhamos as primeiras apresentações da banda em pequenos clubes, ainda sem um disco gravado. Até a famosa confusão com a Ticketmaster, quando os músicos resolveram entrar com um recurso na justiça contra os preços abusivos dos ingressos para os shows, está no filme.

A edição funciona e mescla com sabedoria as entrevistas e as músicas - nenhuma das duas entra em excesso no documentário de Crowe. Ou seja, dá para cantar – baixinho, para não incomodar quem está na poltrona ao lado - os maiores sucessos do Pearl Jam e ficar por dentro de cada mínimo detalhe da trajetória da banda.

Imperdível!

4 comentários:

Map Rezende disse...

Ai, eu quero mt ver, mas a Giovanna falou q soh posso assistir se tiver ingresso para o show....

Anônimo disse...

map!! quanto tempo!
DU
queria ter cantado mais alto! :P
bjs
Juventude

renatocinema disse...

Queria tanto ir ao show da banda aqui em sampa....mas, sem dinheiro.

Quase Famosos é uma obra rara, única e inesquecível.

Esse novo trabalho deve estar, talvez, na mesma condição artística.

Kamila disse...

Quero muito assistir a este documentário, até porque a mistura Cameron Crowe e rock 'n roll, ainda mais do Pearl Jam, não tem jeito de dar errada.

Beijos!