sábado, abril 16, 2011

#25 - Besouro verde (The Green Hornet), de Michel Gondry


Quando fiquei sabendo que Michel Gondry, um dos meus diretores preferidos, ia dirigir um filme de super-herói, fiquei apreensivo. Escrevo isso porque, na minha opinião, esta enxurrada de produções arquetípicas são, na maioria dos casos, um exercício cinematográfico preguiçoso, feito por quem anda com a criatividade esgotada. Gondry e criatividade esgotada não formam par.

Pior que Besouro Verde não parece um filme de Gondry - a não ser em fortuitos dois minutos de uma sequência com linguagem mais solta. De resto, é um filme de super-herói mesmo. Pelo menos, a carga cômica do roteiro é bem trabalhada. A dupla protagonista, formada por Seth Rogen e Jay Chou, está em sintonia e proporciona bons momentos. O fantástico Christoph Waltz, que brilhou em Bastardos Inglórios, novamente dá seu show à parte.

Levemos em conta que o Besouro Verde é um super-herói de raiz, que apareceu pela primeira vez como um programa de rádio, nos idos da década de 30. Bacaninha, Gondry.

3 comentários:

Kamila disse...

Não tem nada de Michel Gondry nesse filme. Está claro que ele se submeteu à indústria hollywoodiana e seus caprichos. O grande problema desse filme se chama Seth Rogen e o roteiro, que quer ser engraçadinho demais e acaba sendo cansativo ao extremo.

Silvia Vieira Martins disse...

Nossa, filmes de super heróis estão em alta.

Dos últmos dois que vi, também comédias, gostei de um (Kick-Ass). O outro (Scott Pilgrim vs. the World) achei cansativo.

Kahlil Affonso disse...

É um filme divertido, mas que segue a mesma fórmula da maioria dos filmes de super-heróis. Possui alguns efeitos interessantes, mas nada além disso. Serve como um passatempo, só.

http://filme-do-dia.blogspot.com/