domingo, setembro 19, 2010

#76 - A terceira margem do rio, de Nelson Pereira dos Santos


Dois mestres, cada um no seu suporte: o escritor João Guimarães Rosa e o cineasta Nelson Pereira dos Santos. Para melhorar, um dos textos mais intrigantes e sensíveis da literatura brasileira, A terceira margem do rio, que fala sobre uma linha imaginária que separa as pessoas do que é tangível e torna a existência insustentável. Apesar do título, neste filme de 1994 o cineasta trabalha um punhado de contos de Primeiras Estórias, livro lançado em 1962, repleto de um realismo fantástico que dá pano para manga - ou, no caso, para a tela. O resultado é realmente encantador.

Nelson Pereira dos Santos consegue fazer um filme simples na estética, mas profundamente emocionante no conteúdo. E por méritos próprios, já que o roteiro é uma única história adaptada de pelo menos cinco contos da obra de Guimarães Rosa. A escolha do elenco é acertada, sem estrelas globais ou atores badalados. A trilha sonora, belíssima, é de autoria de Milton Nascimento - que, como o autor, traduz de forma singular os mistérios e encantos das Minas Gerais.

Depois da sessão, a conclusão de sempre: é essencial conhecer a obra de Nelson Pereira dos Santos para entender melhor o que é o cinema brasileiro. O grande problema é encontrar seus filme... Principalmente os mais antigos (e olha que esse nem é tão antigo assim, e já foi complicado de arrumar). Tarefa árdua. Muitas vezes, estão disponíveis apenas em antigos VHS, já castigados pelo tempo. Porém, rola por aí um boato de que boa parte da obra do cineasta vai ser recuperada e lançada em DVD.

Enquanto isso, vamos catando o que há disponível por aí, né?

3 comentários:

Kamila disse...

Pretendo conferir este aí!

Beijos!

Robson Saldanha disse...

Poxa Dudu, não conhecia este filme. João Guimarães Rosa é um grande autor, admirio seu trabalho. Fiquei curioso.

Vulgo Dudu disse...

Kamila, vale a pena! O Nelson sempre fez um cinema meio que à margem, mas com muita precisão. Sem contar que ele é mestre em adaptações!

Robson, são três grandes mestres nesse filme: João Guimarães Rosa, Nelson Pereira dos Santos e Milton Nascimento. Já valeu, né? rs...

Bjs e abs!