quinta-feira, fevereiro 25, 2010

#17 - Adventureland, de Greg Mottola


Você assistiria com bons olhos a um filme cujo título em português é Férias frustradas de verão? O pior mesmo é a correspondência torta com a clássica franquia estrelada por Chevy Chase nos anos 80. Nada a ver. Que fique, então, registrada essa tentativa dantesca de tirar proveito do sucesso oitentista para tapear espectadores menos atentos. Se bem que, para quem sente falta de uma boa comédia, que não subestime a inteligência do espectador, até que aqui seria uma vantagem ser "enganado".

Adventureland é escrito e dirigido por Greg Mottola, responsável pelo ótimo Superbad. Aqui, ele novamente conta uma boa história juvenil. Ou seja, não é um argumento infantil e nem adulto. Ponto para ele. Acompanhamos a ralação de um jovem cuja família passa por um aperto financeiro. Sem dinheiro para bancar uma viagem antes do início das aulas na universidade, ele resolva procurar um emprego temporário. Acaba encontrando somente uma possibilidade: labutar no parque de diversões que dá nome ao filme. Lá, muito mais do que juntar dinheiro, o rapaz aprende algumas coisas sobre a vida.

Quem protagoniza a trama é Jesse Eisenberg, o menino de Zombieland. E seu par romântico é Kristen Stewart, a menina de Crepúsculo (percebeu que não tem hipertexto aqui?). Os dois estão muito bem: ela, pressionada pela família a seguir carreira como advogada; ele, um virgem tímido e sem jeito com as mulheres. Ambos trabalham muito bem, mas Eisenberg precisa tomar cuidado com os papéis que escolhe se não quiser ficar estereotipado.

O resto do elenco também rende bastante, ajudados por um roteiro enxuto, interessante e bem trabalhado. De vez em quando há uma cena ou outra manjada. Porém, não há exagero. Nem mesmo a cena final, previsível, perde qualidade dramática. Outro destaque é a direção de arte, que caprichou na caracterização do final dos anos 80 (a trama se passa em 1987). O mais interessante é poder relembrar como eram os parques de diversão justamente na época em que a minha geração era criança.

Um filme fofo, mas sem frescuras.

5 comentários:

Robson Saldanha disse...

Que legal... não conhecia esse filme. e eu estranhamento gosto bastante de Superbad. hehe

O Cara da Locadora disse...

Um filme realmente bom e verdadeiro... Gostei muito...

Kamila disse...

Quero muito ver este filme. Até porque tem sido elogiado, inclusive na performance dos atores.

Beijos!

Vulgo Dudu disse...

Robson, então, provavelmente, estranhamente rs... você também vai gostar desse aqui. Ele tem o mesmo tom do Superbad, que é algo realmente difícil de descrever.

Cara da locadora, é exatamente isso: o filme cativa por ser verdadeiro.

Kamila, o elenco realmente é muito bom! Esse garoto novo é bom. Só precisa ter cuidado, como escrevi, para não ficar estereotipado.

Bjs e abs!

Márcio Silva disse...

Vou adicionar à minha lista de coisas para assistir. Mas eu queria agradecer mesmo não a indicação, mas o fato de não ter hipertexto sobre Crepúsculo. Bicho, como eu torci pro Blade ou o Van Helsing aparecerem naquele filme...