sexta-feira, dezembro 11, 2009

#133 - Um namorado para minha esposa (Un nobio para mi mujer), de Juan Taratuto


Casais, comemorem! Mais uma comédia romântica inteligente, que foge do convencional, estreia hoje no circuitão. Nossos hermanos platinos apresentam Um namorado para minha esposa - que apesar do título pastiche (igualmente patético em espanhol) é uma grata surpresa. Despretensiosamente divertido. Confira a crítica que escrevi para o Jornal do Brasil.

Seguindo quase à risca a cartilha das comédias românticas, o filme argentino Um namorado para minha esposa é entretenimento dos mais simples, mas com um frescor que as produções hollywoodianas do gênero parecem ter abandonado. O roteiro é simples: homem cansado da vida de casado e incapaz de pedir o divórcio contrata os serviços de um profissional para seduzir a esposa.

Apesar de estar na cara do espectador o que vai acontecer durante a projeção, o filme engrena já nos primeiros minutos. Ainda que previsível, a trama se sustenta pela forma como os personagens, bastante interessantes, lidam com a situação. Não há mocinho, mocinha e nem bandido. O texto apresenta os argumentos da vida a dois sem maniqueísmos, reviravoltas mirabolantes ou lições de vida. Os créditos finais reservam uma sequência imperdível.

4 comentários:

Kamila disse...

Ainda não tinha ouvido falar desse filme, mas gostei! Você me convenceu a assistí-lo.

Beijos!

Reinaldo Glioche disse...

Esse filme estreou aqui em Sampa há duas semanas, ainda não consegui assisti-lo. Sua critica me aguçou ainda mais. Abs

Pedro Henrique disse...

É um filme simpático, gostei bastante. É realmente esse frescor que deixa o filme tão legal.

Vulgo Dudu disse...

Kamila, é uma daquelas comédias mais do mesmo, mas com um toque de diferente! Vale a pena.

Reinaldo, não é nada de espetacular, mas com certeza vale o ingresso!

Pedrão, exatamente isso que escrevi na resenha. Tem um quê de diferente, né?

Bjs e abs!