domingo, novembro 15, 2009

#125 - Brüno, de Larry Charles


Sacha Baron Cohen pode não ser o mais bem sucedido comediante da atualidade. Porém, sem sombra de dúvida, é o mais ousado. É justamente a ousadia que impulsiona seus personagens - que usam o sarcasmo e o discurso absurdo para ridicularizar alguns axiomas contemporâneos. Borat pegou muita gente desprevenida. Já Brüno...

O objetivo de Cohen é ridicularizar os ícones criados pelo mundo da moda. Brüno é um apresentador de TV austríaco que pensa ditar tendências. Com sua obstinação em se tornar uma celebridade, cria situações embaraçosas e constrangedoras - ou seja, bastante divertidas!

A mecânica cênica e a estrutura narrativa de Brüno não têm o mesmo frescor de Borat. Ainda assim, as piadas são infames e o comportamento do personagem criado por Cohen é repreensível (para nós, espectadores, irrepreensível). O fato é que, aqui, não há o objetivo de destituir o discurso provinciano e conservador com humor pungente. Brüno é a caricatura de celebridades que disputam um lugar ao sol na praia do star system midiático.

Está faltando um filme sobre o Ali G...

6 comentários:

Márcio Silva disse...

Já existe e foi feito antes do Borat. Ali G Indahouse!

Bruno disse...

Exatamente como o comentario acima!

Ali G Indahouse foi o 1º filme!

Kamila disse...

O Sacha é ousado mesmo e este filme prova isso. Pena que ele ultrapassou os limites do bom senso e transformou "Bruno", na minha opinião, num dos piores longas do ano.

Beijos!

Bruno disse...

Falando em Ali G, passou o filme ontem (16/11) na TNT!

Abraço!

Rafael Carvalho disse...

Não sou dos maiores fãs de Borat, mas mesmo assim tenho curiosidade para conferir o novo trabalho do Cohen. Só espero que o filme não caia na escatologia a fim de arrancar risadas. É o que eu mais acho chato no filme anterior do comediante.

Vulgo Dudu disse...

Márcio, meu caro, valeu pela informação! Vou baixar, então!

Bruno, e olha que eu sou fã do Ali G! Nem sabia do longa.

Kamila, eu entendo que o filme provoque reações negativas. Mas eu gosto da provocação dele. Só não acho o roteiro tão genial quanto o do Borat...

Bruno, nem me fale... Não tenho TV a cabo...

Rafael, então eu acho que você não vai curtir esse ilme... rs...

Bjs e abs!