sexta-feira, agosto 07, 2009

#79 - Marido por acaso (The accidental husband), de Griffin Dune


Em primeiro lugar, uma novidade: hoje fiz minha estreia como colaborador da Revista Programa, do Jornal do Brasil. Está lá, publicada na seção de cinema, uma crítica sobre o novo filme de Uma Thurman, Marido por acaso. Cariocas podem conferir o texto no suplemento!

O filme conta a história de um bombeiro, abandonado pela noiva, que tenta se vingar de uma radialista cujo programa funciona como consultório sentimental. Obviamente, a vingança não vai muito longe. O resto, você já sabe.

Como o filme não é bom, rendeu pauta para a M... também! Para ler o que eu escrevi por lá, clique aqui! Quem quiser comentar por lá, pode também!

8 comentários:

Kau Oliveira disse...

"Em primeiro lugar, uma novidade: hoje fiz minha estreia como colaborador da Revista Programa, do Jornal do Brasil."

Parabéns, Dudu!! Sucesso!!

Sobre o filme, eu confesso que ADOREI o trailer. Tenho um carinho especial pela Uma e parece ser bem simpático.

Abs!

Célio disse...

Caro Dudu,

Só vi o trailer do filme para publicá-lo no G1. Parece ser um pouco mais do mesmo. Se der (tem muito filme na frente desse), talvez eu o veja.

Mas o principal é saber que vc está no Programa do JB. Parabéns pela conquista.

Abcs,
Célio.

Ygor Moretti Fiorante disse...

Parabéns , muito sucesso , e não nos abandone por aqui rsss.

Abraço!!!

Kamila disse...

Dudu, parabéns por ser o mais novo colaborador do Jornal do Brasil. Que amigo mais chique, esse cinéfilo! :-)

Quanto à "Marido por Acaso": assisti hoje e achei ruim. Triste ver a que ponto chegou a carreira da Uma Thurman. Triste ver Colin Firth totalmente desperdiçado.

Beijos!

Vulgo Dudu disse...

Galera, muito obrigado pelos cumprimentos carinhosos! Espero estar à altura das suas expectativas! Valeu mesmo!

Kau, eu acho que você vai se decepcionar com esse filme. Porque é justamente o que eu escrevi: o argumento é ótimo, dá um filme engraçadíssimo. Mas não é isso que vemos na tela.

Célio, parece ser e é mais do mesmo... rs...

Ygor, imagina se vou abandonar isso aqui?! Agora é que eu quero ver o site bombar! Conto contigo!

Kamila, há quanto tempo Uma Thurman não faz um papel marcante, né? Uma pena. Logo ela que é uma excelente atriz!

Bjs e abs!

maria disse...

Em primeiro lugar, parabéns! Ainda não tinha visto a novidade.

Sobre o filme, bem, sobre a Uma, não entendo como ela cai numas furadas dessas... é como aquele filme Terapia do Amor, onde a única coisa que salva é a mãe judia da Meryl Streep.

T1460 disse...

Meus parabéns!

E parece que este filme é uma unanimidade negativa, pelo que li até agora.

Vulgo Dudu disse...

Maria, obrigado! Uma Thurman está jogando a carreira na privada e dando a descarga... Impressionante!

T1460, valeu! O filme é bem fraquim... Nem é implicância!

Bjs e abs!