segunda-feira, maio 11, 2009

#52 - Quase irmãos (Step brothers), de Adam McKay


Parece que o nome de Judd Apatow começa a atestar boas comédias. Uma de suas mais novas produções, Quase irmãos, traz novamente para as telas um filme cheio de escatologia (ainda que na medida certa), diálogos ofensivos e bom rendimento do elenco.

Will Ferrell e John C. Reilly, em ótima sintonia, emprestam seus talentos para contar uma história ridícula. Dois marmanjos de 40 anos, mimados e patéticos, precisam aprender a conviver como irmãos de criação quando seus pais, então divorciados, resolvem se casar. Ou seja, é um besteirol completo. Porém, uma besteira bastante caprichada. O roteiro, escrito por Ferrell e pelo diretor Adam McKain, é amarrado e tem bons momentos.

O grande trunfo das produções de Apatow é a quebra da previsibilidade por sequências inesperadas, repletas de um humor agressivo e incorreto. A pieguice é explorada, revirada e desmembrada. A piada funciona mesmo em cenas com próteses de testículos ou com uma família cantando "Sweet child o'mine" à capela.

Outro ponto forte de Quase irmãos é a trilha sonora. Abre com "A-punk", do Vampire Weekend, passa por LCD Soundsystem com "North american scum" e fecha com Mighty Mighty Bosstones, das antigas, com o clássico "Knock on wood".

Dica do camarada vacilante Daniboy. Bem divertido!

16 comentários:

nitzombies disse...

hehehe.... eu ia fazer o mesmo comentário em relação a trilha sonora...

po.. um filme q abre com uma música do Vampire Weekend merece meu respeito.

Eu ri bastante, gostei mt mesmo.

principalmente pela bela quimica da dupla de atores e pelos "numeros" musicais, como o do sweet child o mine q vc jah falou, o do BOATS AND WHORES (ou algo assim) e o final ;)

altieres bruno machado junior disse...

Olá

Apesar de não gostar dos filmes do Will Ferrell , este me deu curiosidade de ver depois dos elogios que vc deu ao filme. Quem sabe eu não mudo de idéia a respeito : )

até mais

Kamila disse...

Dudu, eu adoro as comédias do Judd Apatow e o Will Ferrell e o John C. Reilly fazem uma bela dupla - como provaram em "Ricky Bobby - A Toda Velocidade".

Rafael Carvalho disse...

Opa, o fato do filme ter o nome do Apatow já é um bom atrativo. Mas confesso que não sou dos maiores fãs do Ferrel, mas o C. Reily é um ótimo ator. Verei assim que puder!

Ciro Hamen disse...

Achei esse filme muito engraçado. Esses dois são dos melhores comediantes atualmente. E você esqueceu do Andrea Bocelli na trilha sonora. O ápice do filme! hahaha

Airton disse...

opaa
estou pra ver esse adoro o will hehe

veja o inicio da lista de melnhores cenas de filmes
http://publicandobr.blogspot.com/

Pedro Henrique disse...

A cena dos dois sussurando no quarto é demais, dei muita risada!

Vulgo Dudu disse...

Nitzombies, e há uma referência à música quando o Ferrel diz que fumou maconha com Sloan Kettering, que é uma parte da letra.

Altieres, bem-vindo por aqui! Bom, eu sou suspeito, adoro os filmes do Ferrell. Mais que isso, a patota de Judd Apatow faz as melhores comédias, sem sobra de dúvida, da atualidade! Volte sempre!

Kamila, é verdade! Os dois já haviam feito essa bela dobradinha. Apatow é cada vez mais o Mel Brooks dos dias de hoje.

Rafael, pode ir na fé que, no mínimo, você vai rir um pouco! O que já é lucro dado o marasmo e a chatice da maioria das comédias estadunidenses da atualidade.

Ciro, eu achei a cena do Bocelli mais ou menos, para falar a verdade... Acho mais engraçado, por exemplo, a família cantando "Sweet child o'mine". Aquilo é uma bizarrice tamanha! rs...

Airton, se você gosta do cara, arrume esse filme hoje mesmo!

Pedrão, é verdade! É um ridículo tão patético, tão extremado, que fica hilário.

Bjs e abs, pessoal!

Airton disse...

falaa
num sei ainda heheh
tipo eu terminei a lista com mais de 100 nomes ela ta...mas num sei se vai entra se entra vai se do 80 pra 90 num sei ainda hehehe

abraço

T1460 disse...

Boas comédias são sempre bem-vindas. Aliás, atualmente até comédias medianas já são bem-vindas.

André C. disse...

Olá Eduardo!
Muito bom seu blog? Posso adicionar no meu?! É bom ver como este nosso universo de cinéfilos é cada vez maior, e cada vez mais gente quer expor sua opinião, sou novato na área, mas estou tentando.

Então... como acho que temos que apoiar boas idéias, se puder ajudar a divulgar este link, na verdade, este filme, seria bacana.

http://www.vcviu.com.br/curtas/saudades-do-tempo-que-nao-vivemos

Voltarei mais vezes aqui, pois é bom ler o q os outros pensam!

Abracos

Vulgo Dudu disse...

Airton, toma cuidado com essa lista... hahahaha! Vou lá conferir.

T1460, tem toda a razão. Comédias medianas são mesmo bem-vindas!

André, cara, terei o maior prazer em divulgar o filme! Tudo pelo cinema brasileiro independente. Proém, me diz aí, para ajudar melhor vocês: há alguma peça gráfica sobre o filme? Vi que tem um cartaz, mas há um teaser, trailer, still ou algo assim? Gostaria de mais informações, porque no seu site há apenas uma sinopse. Fico no aguardo!

Abs!

O Cara da Locadora disse...

Os dois ate parecem irmãos, não é? Eu ando dizendo sempre, o Apatow tá melhorando MUITO o 'besteirol' americano...

PS: Adorei 'Os Aloprados' um filme do Will Ferrel com o Woody Hareleson sem tanto sucesso nas bilheterias..

Vulgo Dudu disse...

Cara da locadora, você tem toda a razão. O cara praticamente redefiniu o besteirol americano, pois trabalha com escatologia e autocrítica!

Abs!

Rebeca,Fran e Rafaela disse...

Oi, eu assisti esse filme e queria muito lembrar a canção que o Derek (irmão do Brennan) canta com a família dele no carro à caminho do jantar na casa do ''padrasto''. Obrigado.

Anônimo disse...

Alguem sabe a musica que will canta no final ????