quarta-feira, fevereiro 25, 2009

#23 - Nalu, de Rafael Mellin


Na semana do carnaval fez sol e o mar esteve calmo, mas eu arrumei um probleminha de leve no joelho que me impediu de surfar um pouco. Solução: dar mais um confere nos DVDs que meu vizinho deixou por aqui. O escolhido foi Nalu - que, como sugere a capa, não é um longa, e sim um vídeo de surfe.

Ao que parece, o DVD veio encartado na revista Fluir. Porém, engana-se quem pensa que se trata de mais um vídeo com longas sessions nos picos mais famosos do mundo. Não que não tenha isso, tem sim. O bacana é que acompanhamos todas estas aventuras em busca da onda perfeita sob a ótica de um casal. Ele, Everaldo Pato, surfista profissional. Ela, Fabiana Nigol, esposa dedicada e cinegrafista.

Em cada destino apresentado, em cada onda surfada, ficamos por dentro das moivações pessoais do casal, o que torna o vídeo bastante interessante e nada cansativo. Aliado ao bom argumento e às belas imagens colhidas, uma montagem eficiente e uma trilha sonora que realmente faz a diferença! O único pecado do filme é a escolha de uma narradora em off que não funciona tão bem assim. O recurso soa, na maioria das vezes, desnecessário. Quebra um pouco o ritmo do roteiro.

Eu acho que fui colega de universidade do diretor. Rafael Mellin e os outros nomes envolvidos me são muito familiares. Se for quem eu acho que é, um cara que já estava naquela época envolvido com projetos ligados ao surfe, é muito bom ver o amadurecimento dele! Tem um futuro brilhante pela frente.

Nalu vale a pena, mesmo para quem não é familiarizado com o surfe!

8 comentários:

Ramon disse...

Pato? Ele não tá jogando no Millan?
Rsrs!
Dudu, não sendo um surfista, é difícil arrumar motivação.

Abs!

Kau Oliveira disse...

Mesmo surfando, confesso que não morro de amores por essas fitas. É estranho, mas não gosto hahahahahahahaha.

E tb passei o Carnaval longe das ondas... =(

Abs!

Vulgo Dudu disse...

Ramon, esse Pato aqui está mais ambientado, na água! rs... Vale um confere, hein! Mesmo não sendo surfista.

Kau, vai por mim, esse filme é diferente. Tem uma abordagem um pouco diferente dos outros filmes do gênero. Você, que deve curtir a plasticidade do esporte, vai gostar!

Abs!

Anônimo disse...

Então filme de surfe se baseia em ondas, surfistas e boas musicas apenas? Voce não deve ter gostado de "Fábio Fabuloso" então, Kau. Eu sinceramente não aguento mais esses filmes sem história, sem o porquê das coisas. Nalu mostra muito mais que um filme de surfe convencional, mostra como de fato o Pato é um cara atirado nas ondas, sempre procurando pelo limite, e ao mesmo tempo conhecendo o seu próprio. É uma pena que o filme tenha vindo junto da revista, já que em geral os filmes que vêm nas edições são ruins. Mas quem é mesmo surfista consegue perceber as imensas diferenças entre Nalu e os filmes de surfe convencionais, bem como entre Pato e surfistas convencionais.

Vulgo Dudu disse...

Anônimo, eu também gostei de Nalu, acho que ele entra nessa categoria de filmes de surfe que vão além das ondas. Bem bacana. E digo mais: não fosse a narração, seria melhor ainda.

Abs!

Fernanda disse...

Dudu concordo em gênero, número e grau, as imagens são incríveis, a trilha sonora é ótima, o que não costuma ser muito comum em filmes de surf brasileiro, e as histórias contadas pelo casal torna-o mais divertido mesmo.
Também concordo que a narração é totalmente dispensável, o texto é muito infantil, eles poderiam ter colocado no dvd a opção com narração ou sem, que nem quando vc pode escolher o tipo de trilha sonora, rock, dub.....
Anônimo vou assitir ao Fábio Fabuloso, onde será que encontro?

Vulgo Dudu disse...

Fernanda, é bem por aí mesmo, o texto é muito fraco. Fábio Fabuloso você encontra fácil nas locadoras. Se você se interessa por filmes de surfe, dá uma olhada aqui no blog nos outros longas do gênero que resenhei! Tem bastante. Recomendo fortemente o Zen and zero.

Bjs e volte sempre!

Anônimo disse...

Amo tanto Nalu que já vi 6 vezes, e estou acompanhando a serie toda terça às 21:00 na multishow, agora com a pequena Isabelle Nalu viajando com os pais!! É lindo demais.. me identifiquei pra caramba, e olha que não sou surfista... mas curto muito a natureza e uma linda historia de amor!