segunda-feira, fevereiro 16, 2009

#17 - Um hotel bom pra cachorro (Hotel for dogs), de Thor Freudenthal


Cachorros, cachorros e mais cachorros! A temporada cinematográfica de férias está repleta de filmes com cachorro. Eu adoro os tais quadrúpedes - que fique bem claro. Um hotel bom pra cachorro é um filme assumidamente feito para a criançada. Portanto, após exibições do gênero, quando devo dar meu juízo de gosto, ao invés de destilar meu mau humor e pouco apreço com temas batidos, eu me faço a seguinte pergunta:

"E aí? Traria minha filhota para ver esse filme?"

E a resposta, no caso, foi afirmativa. Ou seja, escrever uma crítica de merda para a M... seria forçar a barra e apelar para um estereótipo fácil. Se minha filha fosse um pouco mais velha, acho que se divertiria com a história de um casal de irmãos adotados que começa a resgatar vira-latas abandonados nas ruas. Aí é aquilo: as aventuras deles tentando esconder os cachorros de todo o mundo em um hotel desativado.

Eu, o escriba, não achei o filme ótimo. Porém, recomendo a quem tem filhos, sobrinhos, afilhados etc. Trata-se de uma produção inofensiva, sem grandes lições de vida, e que contextualiza de forma simples a questão de cães vira-latas serem tão bacanas quanto os que têm pedigree.

Vale ressaltar uma qualidade que me chamou a atenção. Há muito tempo não via uma produção estadunidense que abordasse o tema da adoção de cães sem raça definida. Ou seja, é uma catarse bem mais convincente do que aquela de filmes com labradores fofinhos, comumente vistos na tela grande.

2 comentários:

jeff disse...

Incrível que 98% dos filmes com cachorro terminam o seu título brasileiro com "bom pra cachorro". Essas distribuidoras são de uma criatividade surpreendente.
Como não tenho filhos, nem sobrinhos, nem afilhados, não cogito na possibilidade de assisti-lo agora. Daqui a uns tantos anos, assisto com meu filho na Sessão da Tarde. xD

[]s!

Vulgo Dudu disse...

Jeff, é o típico filme de Sessão da Tarde. Mas também é daqueles que, quando você começa, mesmo não sendo fã do gênero, vai até o fim...

Abs!