segunda-feira, janeiro 26, 2009

#9 - Trovão tropical (Tropic thunder), de Ben Stiller


O que mais me chamou a atenção em Trovão tropical não foi o argumento. Nada de novo: uma paródia sobre filmes de guerra, com piadas politicamente incorretas, conteúdo escatológico e exagero dos clichês comuns a esse gênero cinematográfico. É a história de um grupo de atores que acaba no meio de um fogo cruzado de verdade, inadvertidamente, para que suas interpretações tenham mais veracidade. Porém, nas entrelinhas, há um pouco mais que isso.

Ben Stiller escreveu e dirigiu uma obra para que a indústria cinematográfica ria de si mesma. Ou melhor, para que aprenda, quem sabe, a assim fazer. Ao apresentar um metafilme no qual executivos buscam por produções extremas e hiper-realistas, Stiller está mesmo é tirando um sarro da Academia. Fazendo piada com o que se estabeleceu como lucrativo para os estúdios e, por conseguinte, bom para o público.

Por incrível que pareça, é preciso prestar atenção nos diálogos. Em uma das melhores passagens, o personagem de Downey Jr explica o porquê da importância de não interpretar retardados completos para que o ator seja premiado com uma estatueta. Cita como exemplo dois filmes: Rain Man e Forrest Gump, em uma análise franca e verdadeira, muitas vezes velada, que bate com os motivos para que o segundo esteja na minha lista dos dez piores.

O trio principal, formado também por Jack Black e Robert Downey Jr, veste o uniforme para atacar o establishment do qual ele mesmo faz parte. De quebra, uma das melhores atuações da fraca carreira de Tom Cruise (vítima desse sistema?), perfeito como um inescrupuloso investidor da indústria cinematográfica.

Perdem o Oscar, mas não perdem a piada!

14 comentários:

Museu do Cinema disse...

Alias, a indicação do Downey Jr foi uma piada do Oscar para o filme.

Ramon disse...

Verdade, nossas opiniões são parecidas mesmo. A cena do idiota completo é demais.
Porém, gostei mais da sua resenha do que da minha. Mas tá valendo! Rsrs!

Abs!

Kamila disse...

"Trovão Tropical" tem boas atuações, um argumento muito interessante, mas acho que o filme é um daqueles casos de "muito barulho por nada". Eu confesso que esperava bem mais do longa.

Pedro Henrique disse...

Primeiro ato impecável, depois desanda e vira um filme comum.

Vulgo Dudu disse...

Cassiano, o Oscar em si é uma piada.

Ramon, pois eu achei o seu bem mais referencial! rs...

Kamila, eu também esperava mais do filme nos primeiros trinta minutos. Mas depois que ele deixou claro a crítica à Academia eu já estava satisfeito. Mas concordo com você que ele perde um pouco do ritmo na ação.

Pedrão, foi como comentei com a Kamila: concordo que os primeiros minutos são realmente barulhentos! Mas discordo quanto a virar um filme comum. Acho que ele se camufla de filme comum para que o metafilme funcione como crítica...

Bjs e abs!

Kau Oliveira disse...

Achei o filme engraçado, mas bem ruim. Assim como Kamila, esperava muito mais. Entretanto, uma coisa é fato: Robert está EXCELENTE!!

Abraços!

Yuri Dias disse...

Ao contrário da maioria eu gostei do filme, dei boas risadas - não tanto quanto com Borat - mas me diverti. Downey Jr. está sim, muito bem, mas gosto bastante de Jack Black e acho que o filme funciona bem.

Abraços.

Vulgo Dudu disse...

Kau, eu também gosto da interpretação do Downey Jr. Acho até que ele está melhor que o Stiller. Mas quem rouba a cena, na minha opinião, é o Tom Cruise...

Yuri, eu também dei boas risadas! E acho que o filme funciona bem como crítica ácida. Ri mais em Borat, mas são propostas diferentes...

Abs!

Rafael Carvalho disse...

O filme tem tirada hilárias, mas na parte final isso fica meio boboca, mas mesmo assim não perde a graça. Robert Downey Jr. está excelente, e surpreende um trabalho de roteiro e direção tão bons vindo de Ben Stiller.

Vulgo Dudu disse...

Rafael, é verdade! Stiller se sai muito bem mesmo.

Abs!

Surfista disse...

O que eu mais gosto neste filme é o poster. Tem aquele estilo de filme vagabundo dos anos 80.

Vulgo Dudu disse...

Dougra, e nem é só o poster que tem esse estilo vagabundo - o filme também, o que é um elogio!

Abs!

Anônimo disse...

Gostei do filme. Ri muito. Robert esta ótimo, P-E-R-F-E-I-T-O, se não fsse o coringa levava o Oscar, carrega o filme nas costas. Está acima da média das comédias atuais. Não sou fã de Ben Stiler, mas dessa vez ele acertou. Só o trailer de Robert e Tobey vale o filme todo. Só Jack Black está super sem graça.

lauro jorge disse...

é verdade é muito bom visitem o meu blog também q é (também de cinema)lauroblogdojoker.blogspot.com