quarta-feira, dezembro 10, 2008

Luz, câmera...canção! - Suicidal Tendencies

Quando eu era moleque, queria ser um integrante do Suicidal Tendencies - o que significava vestir camisa xadrez, usar bandana e ter uma calça jeans de estimação. A primeira música dessa banda californiana de hardcore que eu escutei foi "Institutionalized", do primeiro e homônimo álbum. Na verdade, foi o videoclipe que chamou a minha atenção.

Mike Muir, vocalista e líder do Suicidal, quer uma lata de Pepsi. Porém, seus pais começam a duvidar de sua sanidade mental e o acusam de consumir drogas. Mas tudo o que ele quer é uma Pepsi, só uma Pepsi... Notem a cara dos atores que interpretam os progenitores do pobre rapaz de língua presa, em interpretações geniais. O desfecho da história também é sensacional! A letra é muito boa. Porém, para acompanhá-la de ouvido, só se você tiver uma pontuação brilhante no TOEFL. Sugiro catar no Google. Vale a pena!

5 comentários:

Kau disse...

Dudu, não conhecia esta banda, mas o vídeo é muito maneiro! Sendo sincero, eu não sou fã de rock =/

Abraços!

Kamila disse...

Já ouvi falar muito dessa banda, mas nunca tinha ouvido uma música deles. Valeu pelo vídeo, Dudu!

Vulgo Dudu disse...

Kau, eu tenho posto muito clipe de bandas de rock por aqui. Prometo diversificar!

Kamila, eu adoro Suicidal! Já fui a shows e tenho até uma camisa de basquete deles - número 13. O primeiro disco pra mim é o melhor. Tem a clássica "I saw your mommy", cujo refrão diz "I saw your mommy/ and your mommy is dead"!

Bjs e abs!

Raphael disse...

Suicidal é muito bom, quer dizer, bom não é um bom adjetivo para eles. Afinal musicalmente não eram lá assim tão bons, mas inovaram e tinham uns clipes hilários. Sugiro ouvir Infectious Grooves que é a outra banda do Mike... é mais funkeada, mas parecida.
Abs,
Barboza

Vulgo Dudu disse...

Barboza, prazer recebê-lo por aqui! Sério que você acha que o Suicidal não era tão bom musicalmente? Eles tinham um dos melhores guitarristas do gênero, o Rocky George, que inclusive tem uma série da Ibanez com o seu nome; e tinham um dos melhores baixistas na atividade, o Robert Trujillo. Uma senhora e respeitosa banda! Eu acho Infectious Grooves bacana, mas não chega nem aos pés do Suicidal, na minha opinião. Talvez, justamente, por ser mais funkeado.

Abs!