sexta-feira, dezembro 26, 2008

#101 - Café dos Maestros (Cafe de los maestros), de Miguel Kohan


Café dos Maestros, cujo título original permite uma leve cacofonia, reúne a velha-guarda do tango de Buenos Aires para uma apresentação, décadas depois, eu um belo e suntuoso teatro da cidade. Por isso mesmo, as comparações com Buena Vista Social Club serão inevitáveis. Pode anotar: vai ter muita gente traçando paralelos. No lugar de música cubana, o tango. Na cadeira de diretor, levanta Wim Wenders e senta o novato Miguel Kohan. No papel de Ry Cooder, o também premiado músico Gustavo Santaolalla, que tem no currículo duas estatuetas da Academia por trabalhos em Babel e O Segredo de Brokeback Mountain.

Porém, diferentemente da película rodada em Cuba, aqui não se vai fundo nas histórias de vida de músicos, cantores e compositores. O foco é a música! Nem mesmo a dança, que no tango tem papel de destaque, é tão explorada. Apesar dos números musicais um pouco cansativos, a essência e o vigor do ritmo platino ficam evidentes, graças aos bons personagens e suas interpretações apaixonadas. Agrada em cheio ao público que gosta de música bem executada.

O filme tem capricho, com co-produção de Walter Salles e sua VideoFilmes. Portanto, era de se esperar um documentário muito bem montado

Quem não tiver tempo de assisti-lo nos cinemas, porque produções assim infelizmente têm passagem meteórica no circuito, pode esperar até que o DVD, a exemplo de Buena Vista Social Club, seja vendido em lojas de departamento naquelas promoções de R$ 9,99.

6 comentários:

Kamila disse...

Dudu, gosto muito de documentários neste estilo. E o Gustavo Santaolalla compõe cada música linda que fico imaginando o que encontrarei no filme.

Alex Gonçalves disse...

Dudu, continuo não disponibilizando tempo para documentários e não devo ver este "Café dos Maestros" tão cedo. E falando em "Buena Vista Social Club" preciso ver alguma coisa do Wim Wenders urgente, antes que eu morra de repente e vá para o inferno por causa desse pecado!

Abraços, grande final de semana.

jeff disse...

Uhm, co-produção do Salles?! Não sabia, mais um motivo para ver. E adoro o Santaolalla - a trilha de Brokeback é uma das mais lindas que ouvi. O negócio é que este fim de ano tá meio corrido, não sei dará. Qualquer coisa, adiro a sua dica. xD

[]s!

Vulgo Dudu disse...

Kamila, é uma verdadeira aula de música. E o tango, tocado com paixão, é lindo de ser apreciado! Vale a pena!

Alex, documentários são prioridade para mim.. rs... Ainda mais os que falam sobre música! Esse, porém, não humaniza tanto os personagens. Ele vai direto para a música, para a composição. Quanto ao Wim Wenders, o que não falta é filme bom! Pode fartar-se! Podia começar logo com Paris, Texas (integrante do meu top 3), cuja trilha sonora é do mestre Ry Cooder, que assina a produção musical do Buena Vista Social Club!

Jeff, se você gosta do trabalho do cara, acho que vai curtir esse filme!

Bjs e abs!

paula disse...

vou torcer pra acabar saindo por $9,99 mesmo - um pecado, mas antes assim que custando $40.

Vulgo Dudu disse...

Paula, pior que eu já vi Buena Vista Social Club por R$5,99! Fim de carreira total... Valeu pela visita, volte sempre!