segunda-feira, novembro 24, 2008

#92 - Waiting for Godot, de Michael Lindsay-Hogg


Algumas manifestações artísticas são capazes de transformar vidas. Já dizia Heidegger que uma obra de arte instaura um mundo. Foi o que a peça "Esperando Godot", de Samuel Beckett, fez em mim há alguns anos. Leitura arrebatadora, inesperada, difusa e instigante. A mesma experiência tive durante encenações e leituras dramatizadas. E, agora, tudo de novo ao ver um dos meus textos favoritos capturado em película.

"Esperando Godot", para muitos, é a expressão máxima de uma corrente que ficou conhecida como Teatro do Absurdo. Partindo de situações aparentemente surreais, os personagens são forçados a fazer uma reflexão quase existencialista daquilo que os cerca. Como nos textos platônicos, os diálogos parecem acabar sempre em aporia, revelando uma inércia do homem perante espaço e tempo. Na peça de Beckett, dois sujeitos, Vladimir e Estragon, esperam Godot, que nunca chega.

A adaptação é religiosamente irlandesa, proveniente da terra do dramaturgo, o que dá autenticidade ao texto. Atores com bagagem beckettiana no teatro se mostram muito à vontade. Porém, ao contrário do que muita gente pode esperar, é quase um teatro filmado. Há, sim, movimentos de câmera que enquadram e direcionam o olhar do espectador, recurso não disponível num palco italiano. O único problema é a língua. Não há legendas disponíveis, nem em inglês. Entender o que os personagens estão falando, vez em quando, é muito difícil. Porém, para quem conhece o texto, isso não vira uma barreira.

O filme, dirigido por Michael Lindsay-Hogg, faz parte de uma coletânea lançada em 2001, chamada Beckett on film. As peças do dramaturgo foram filmadas por diretores e atores consagrados e reunidas em uma bela caixa - que já virou objeto de desejo. Para citar os mais conhecidos, David Mamet dirige a esquete "Catastrophe", aqui.

Até hoje, algumas montagens são feitas em palcos brasileiros. Poucas, infelizmente. Cacilda Becker fez história na pele de Estragon, ao lado do marido Walmor Chagas. Morreu durante uma apresentação, em 1969.

Ler, presenciar ou assistir à "Esperando Godot", não importa o suporte usado, é uma experiência inspiradora. Escrever sobre, também!

7 comentários:

Kamila disse...

Nunca assisti a uma apresentação da peça "Esperando Godot", mas já li opiniões muito curiosas sobre esta obra... O filme, eu conferiria mais como uma curiosidade mesmo; mas acho que o grande barato deve ser ver uma adaptação teatral da história.

Anônimo disse...

A-há! (adorei isso...)
Numa mensagem bem chula e não querendo parecer nem um pouco brilhante, digo que primeiro me identifiquei, depois observei algumas inquietações, as mesmas presentes quando assistimos um filme intrigante.
Perguntas do tipo: Estou sendo intencionalmente conduzido ou posto a pensar?
Este teatro me pareceu um tanto absurdo!
Mas neste caso tenho que concordar que o desfecho sempre vai acabar em "aporia".
Ignorando isso, será que quero reviver aqui "Chuck"???

And the oscar goes to.....

Ju Valadão

Vulgo Dudu disse...

Kamila, vale a pena ler a peça. A Cossac&Naif lançou uma edição com uma das melhores traduções já feitas! Depois da leitura, fica mais fácil entender aquele inglês com sotaque irlandês...

Ju Valadão, será? Será? No mais, o texto é intrigante. Experimenta! E é sempre bom termos a dúvida de estarmos sendo conduzidos ou postos para pensar.

Bjs e abs!

Kau disse...

Excelente texto, Dudu. Como um ex-ator, tenho vergonha em não ter assistido à peça. Preciso, inclusive, ler o livro o qual estava perdido aqui em casa esses dias (minha mãe o leu, provavelmente).

Abraços!

Rafael Carvalho disse...

Olha, não sabia que existia uma versão para o cinema do texto clássico do Beckett. Deve ser meuito interessante, mas nunca li o texto, embora tenha muita vontade.

Vulgo Dudu disse...

Kau, como ex-ator você vai ficar extremamente impressionado com a interpretação dos atores. São feras! E trate de achar logo esse livro - não sabe o que está perdendo! rs...

Rafael, essa caixa traz 19 textos do Beckett filmados. O cara era gênio. Gosto muito dos romances dele também. Tem um livro, chamado "Malone morre", que me deixou impactado por muito tempo!

Abs!

everton_turatti disse...

Boa noite Dudu, não consigo encontrar para comprar! Quero muito ver Beckett on Film, a equipe com a qual trabalho esta iniciando montagem da peça "Esperando Godot", acho que seria interessante demais se conseguissemos ver o filme, pode me ajudar, em que local ou site conseguiu o box?
Desde já agradeço, grande abraço.