domingo, novembro 16, 2008

#87 - Com a bola toda (Dodgeball), de Rawson Marshall Thurber


Cervejas belgas, quitutes gordurosos e uma boa comédia pastiche têm o poder de salvar uma noite daquelas sem opções. Pela enésima vez, o filme escolhido para acompanhar garrafas de Leffe e porções de salaminho e amendoim foi Com a bola toda.

Ben Stiller e Vince Vaughn, dois dos melhores atores desta nova safra do gênero, estão em perfeita sintonia nessa história que beira o absurdo. Ambos são donos de academias de ginástica rivais, que acabam se enfrentando em um campeonato de queimado - aquele esporte (?) que muita gente praticou nas aulas de Educação Física, no primário. O prêmio, US$ 50 mil, poderá salvar o personagem de Vaughn de perder sua modesta academia para o ganancioso empresário interpretado por Stiller.

O mais bacana, que eu nunca havia visto, é o final original, que queriam os atores e o diretor, mas que acabou sendo cortado a mando dos executivos do estúdio. Nele, a equipe do bem perde o jogo. E pronto, sem mais delongas. Sensacional!

Eu ri tudo que tinha rido na primeira vez que assisti ao filme, de novo!

9 comentários:

Johnny Strangelove disse...

Esse é um dos poucos filmes que mesmo você triste ou algo do tipo, consegue alegrar o espectador por sua história absurda e por muitas vezes ridicula.

Mas o final original também é massa, principalmente nos creditos finais onde aparece Ben Stiller gordo reclamando de Chuck Norris ... classico ... eheheh
Abraços

Kamila disse...

Ainda não assisti a este filme, mas tenho um interesse enorme nele porque o elenco é muito bom. A maioria dos atores tem muito talento para a comédia!

Alex Gonçalves disse...

Dudu, eu ADORO "Com a Bola Toda"! É um filme que você não tem a mínima vergonha de rir de todas as situações. As cenas de queimada são muito, muito hilárias! Mas o ápice do filme reside na presença inusitada do grande Chuck Norris - que merecia menção aqui no seu texto!

Boa semana!

Pedro Henrique disse...

Eu dei alguns sorrisos amarelos, mas o filme foi bacana!

Matheus Pannebecker disse...

É ridículo e exagerado. Mas até que bem engraçado!

Kau disse...

Dudu, eu tenho váááários problemas com Ben Stiller. Acho-o um péssimo ator e etc... rsrsrsrsrsrsrsrsrsr

Abraços.

Vulgo Dudu disse...

Johnny, aquele final é realmente bacana! E é uma reposta do Ben Stiller ao fato deles terem sido obrigados a modificar o final. Muito bem lembrado!

Kamila, é muito bacana!

Alex, é verdade, nem falei do Chuck Norris. Como também não falei do David Hasselhoff... rs...

Pedro, eu ri de verdade! Nem foi amarelo!

Matheus, se não fosse ridículo e exagerado, acredito que não seria engraçado.

Kau, eu discordo. Acho o Ben Stiller um dos melhores dessa nova safra de comediantes!

Bjs e abs, pessoal!

A Especialista disse...

eu adoro os dois!
aliás, vi duas vezes, eu acho, ese filme. É diversão garantida, Dudu, vc não mentiu hehehehhhheehe.

É o tipo de filme pra ver numa noite com amigos, bebida e muita conversa fora.

beijosss

Vulgo Dudu disse...

Dani, diz aí, tem coisa melhor que juntar os amigos, umas cervas e um filme boboca bem feito?

Bjs!