segunda-feira, outubro 06, 2008

#77 - O sonho de Cassandra (Cassandra's dream), de Woody Allen


Enquanto a massa se estapeia na tentativa de conseguir um mísero ingresso para o novo filme de Woody Allen, em cartaz no Festival Internacional do Rio, eu, do conforto do meu sofá, confiro o filme que fez a mesma massa se estapear - e pelo mesmo motivo - no ano passado. Não tenho mais paciência, e muito menos tempo, para enfrentar tarefas hercúleas.

Os ares londrinos fizeram bem a Allen. O sonho de Cassandra é mais uma produção que foge da comédia com requintes neuróticos. O roteiro conta a história de dois irmãos em busca da emancipação financeira. Um deles, Ewan McGregor, é ambicioso e visionário. O outro, Colin Farrell, surpreendentemente excelente na tela, é viciado em jogo e parece não ter muitos planos para o futuro. Tudo muda quando um tio rico, estabelecido nos Estados Unidos, chega à cidade.

Seria o tio a Cassandra? Se não, que outro personageriam poderia ser? Imagino que muita gente tenha tentado resolver a questão: qual a ligação do filme com a mitologia grega?

O tal sonho de Cassandra se refere ao nome de um barco comprado pelos irmãos. Na mitologia, Cassandra é a portadora de más notícias, pois é uma profeta amaldiçoada para que ninguém acredite em suas palavras. Acaba antevendo a guerra de Tróia, mas nada pode fazer. Dados os dois significados, sinceramente, não consigo fazer uma ligação entre um e outro. E também nem vou ficar tentando. Me limito a dizer o seguinte: a grega é uma tragédia; e o que acontece no filme também é uma tragédia.

O sonho de Cassandra está longe de ser o ápice de Allen. Porém, ainda assim prende o espectador e fornece entretenimento de alta qualidade. É um filme muito bem produzido e cuidadosamente montado. Vale a pena.

Mas não precisava ter se estapeado...

13 comentários:

Rogerio disse...

Dudu, eu nao gostei desse filme. Achei muito previsivel, com aquele tema Dostoievski recorrente, e melodramático.
Esperava muito mais. Ainda bem que tb nao me estapeei pra ve-lo,
abs!

Kamila disse...

Dizem que a trama deste filme se assemelha muito a de "Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto". Como eu gostei muito do filme do Sidney Lumet, espero apreciar o do Woody Allen.

Pedro Henrique disse...

Woody Allen nunca erra a mão. Por mais que "O Sonho de Cassandra" caia em alguns clichês, a trama é envolvente e verossímel. Woody sempre se reinventa, isso é incrível. E realmente há a semelhança com o filme do Lumet (que é melhor), mas não vale dizer que Allen "copiou", afinal os filmes foram feitos em paralelo. Ele chegou a um nível em que dificilmente fará um filme que não seja, no mínimo, bom.

Abraço!

Kaue disse...

Dudu, eu sou fãzóide do Allen. Mas deve admitir que, desde Ponto Final, seus filmes não têm conquistados notas acima de 7,0/7,5 na minha avaliação. Scoop é bem fraco e este O Sonho de Cassandra é tem uma premissa super interessante e um elenco afiadérrimo. Mas também não leva mais de 7,5 infelizmente. Espero que com o tal Vicky Cristina Barcelona ele possa voltar à ganhar ''oitos, noves e dez'' para seus filmes. Inclusive, tem crítico afirmando que Vicky é um dos melhor filmes do cara.

Abs.

contra-regra disse...

Honestamente, saí decepcionado. Espero que Allen se redima com Vicky Cristina Barcelona. O elenco bem que tentou, mas faltou alguma coisa em algum momento da trama... o clima trágico do roteiro não vingou. Soou opaco.

Mídia? Cultura? Acesse:
http://robertoqueiroz.wordpress.com
(Blog Cotidiano)

Vulgo Dudu disse...

Rogerio, eu nem achei tão ruim assim... A história é até bacana, bem desenvolvida. Só não é dos melhores do cara. Mas eu estava cansado do Allen neurótico.

Kamila, posso lhe parafrasear ao contrário! rs... Como eu gostei muito do filme do Allen, espero apreciar o do Sidney Lumet.

Pedro Henrique, eu acho que ele mandou bem em deixar um pouco mais no armário o Allen ator. Bem melhor assim.

Kaue, quem viu o filme novo dele está falando muito bem!

Contra-regra, saiu decepcionado, sério? Na minha opinião, mesmo sendo dos mais fraco do Allen, ainda assim é muito melhor do que a grande maioria...

Bjs e abs!

Rafael Carvalho disse...

Os ares londrinos fizeram bem ao Allen desde Match Point. E embora muita gente tenha achado O Sonho de Cassandra repetitivo diante da filmografia do cara, acho que um filme bem dirigido como esse, com uma história coerente e trágica, só confirma o talento dele. A ótima atuação do Colin Farrell é uma grata surpresa e a trilha sonora do Philip Glass é massa demais.

Agora, uma coisa Dudu: se eu estivesse no Rio estava me matando para ver Vicky Cristina Barcelona.

Pedro Henrique disse...

Todo achou lindo quando ele lançou Match Point, mas ninguém lembrou que ele simplesmente dramatizou uma trama já existente em Crimes e Pecados. O mesmo aconteceu com "O Sonho de Cassandra". É clichê, mas e daí? Todos os filmes do Woody Allen são clichês. É por isso eu sou fã do cara, porque ele se reinventa em cada filme e engana todo mundo (inclusive eu) com histórias que ele já contou.

Abraço!

Cine Carranca disse...

Eu sei que estou praticamente contra todos, mas nao gosto muito do woody Allen. apenas uns 2 filmes dele q gostei.

Este eu nao vi.

Ramon disse...

Amei a obra! Não foi à toa os elogios que fiz quando quando fiz o post sobre a obra.
Abs!

Vulgo Dudu disse...

Rafael, provavelmente eu me estapearia também se tivesse tempo.. hahahaha! Quer dizer, acho que não. Ah, não sei! rs...

Pedro Henrique, concordo que há uma simplicidade muito boa no Allen. É aquilo: menos é mais.

Carranca, quais foram os dois que você gostou?

Ramon, eu lembro do seu post. Não amei o filme, mas gostei!

Abs!

Anderson disse...

Adorei esse filme e acho q fecha mto bem a trilogia londrina de Allen. Colin Farrell excelente como há muito (alguma vez?) não aparecia.

Vulgo Dudu disse...

Anderson, é como disse: os ares londrinos fizeram bem ao Allen. Quanto ao Farrell, me surpreendi, realmente...

Abs!