domingo, junho 08, 2008

#46 - Butch Cassidy and the Sundance Kid, de George Roy Hill


O Velho Oeste, como bem já havia definido o mestre Sérgio Leone, é feito dos bons, dos malvados e dos feios. Porém, Butch Cassidy e seu fiel escudeiro, Sundance Kid, formam uma dupla que fica no meio: nem bons, nem malvados, muito menos feios: é a dupla de bandidos mais carismática e charmosa dos westerns - que arrancava suspiros da minha mãe, avessa, até então, a qualquer filme do gênero.

Butch realmente existiu e, reza a lenda, era um dos bandidos mais afáveis que aquelas terra já conheceu. Para o papel, foi escolhido Paul Newman, na flor da idade. Já Sundance Kid, Robert Redford, (no papel que rendeu a alcunha de seu instituto e, posteriormente, de seu festival) a pistola mais rápida do Oeste, era um sujeito durão, calado e extremamente fiel ao trabalho. Sim, eles consideravam roubar trens e assaltar bancos um trabalho.

Butch Cassidy and the Sundance Kid é puro entretenimento, recheado de piadas rápidas, situações cômicas e muitas perseguições a cavalo. Algumas cenas são antológicas e ficaram imortalizadas na história do cinema. A trilha sonora classuda de Burt Bacharach e a estrutura narrativa, com uma direção de arte impecável, dão o toque final.

Divertido pacas!

13 comentários:

Kamila disse...

Um clássico que eu perdi de ver quando passou, no mês passado, no TCM!

Isabela disse...

Um filme muito bom, interessante, com boa trilha sonora, atuações, engraçado. Enfim, adoro tanto que tenho aqui em casa!

Pedro Henrique disse...

O filme é ótimo. A sintonia entre Newman e Redford é boa demais. Ótimo lembrete.

Abraço!

Ramon disse...

Que beleza! Estou mesmo me inteirando mais com o gênero, e esse filme é um dos próximos que vou conferir.
Estava ávido por alguma resenha para ter idéia do nível do filme.
Valeu!

Surfista disse...

Cara, adoro westerns. Sou fãzaço do Sergio Leone e sua mitológica série de faroestes-espaguete. Fora ele, ainda curto Giuliano Gemma, Franco Nero, Terence Hill, Clint Eastwood e outros maus elementos.

Vulgo Dudu disse...

Kamila, esse vale a pena alugar. Ou até mesmo comprar, numa daquelas promoções.

Isabela, eu ganhei o filme de presente. Um ótimo presente!

Pedro Henrique, arrisco dizer que esses são os melhores papéis das carreiras dos dois...

Ramon, eu acho que você vai gostar bastante. É um western pipocão. Bem bacana!

Dougra, lembro-me que foi você quem me emprestou Era uma vez no Oeste, lembra? E esse aqui, já conferiu? Posso te emprestar para retribuir a gentileza!

Bjs e abs!

Kamila disse...

Dudu, isso é verdade. O filme pode ser encontrado por um preço baratinho nas Americanas.

Pedro Henrique disse...

E são mesmo, arrisco com você.

Abraço.

Rogerio disse...

Faz tempo que to pra ver esse filme. Ateh já vi numa locadora aqui perto.Sei lah, ams acho que como o Leone ninguem sabe fazer, entao vou me enrolando pra ver Westerns de outros diretores.

contra-regra disse...

Butch e Cassidy é o western em sua excelência (uma pena que hollywood se perdeu em alguma contramão da vida e deixou de acreditar no gênero, que é, definitivamente, o maior do cinema americano). Fico me perguntando por que hoje em dia atores como Paul Newman e Robert Redford deixaram de dar as caras. quando foi que o público ficou carente?

Vulgo Dudu disse...

contra-regra, esse é um belíssimo exemplar de western, mas na minha opinião há melhores representantes para o cargo de ícone do gêreo. Talvez seja o western em sua excelência de entretenimento... rs...
Quanto ao Paul Newman, até onde sei, está lutando contra um câncer. Bem-vindo por aqui, volte sempre.

Abs.

Anônimo disse...

Definitivamente há westerns melhores, em branco e preto. Exemplo: "No tempo das diligências" (Stagecoach) de John Ford que deve ser o filme mais copiado do gênero.

Vulgo Dudu disse...

Pois é, anônimo. Eu tinha em mente esse que você citou. Talvez seja o mais copiado mesmo. John Ford foi o precursor do gênero. E Sérgio Leone tratou de popularizá-lo.

Abs.