quarta-feira, janeiro 16, 2008

#5 - Zen and Zero, de Michael Ginthor


Depois de "Endless summer", na década de 60, clássico de Bruce Brown que trazia uma narrativa completamente diferenciada para os filmes de surfe da época, as produções do gênero deram uma boa esfriada. Poucas eram as películas sobre o esporte e a maioria delas mostrava apenas os surfistas em ação. O panorama começou a mudar recentemente, com belos documentários sobre o surfe - incluindo o brasileiro "Surf adventures". Porém, o melhor deles é, sem dúvida, esse aqui.

O argumento de "Zen and Zero" é sensacional!

Cinco austríacos viajam até Los Angeles para encontrar Allan Weisbecker, um surfista lendário que perdeu sua casa após uma ressaca e, para continuar se sustentando, resolveu entrar para o ramo do comércio. Ele e seu amigo, Christopher, passaram a vender maconha. Um belo dia, eles abarrotaram uma lancha de erva colombiana da boa. Porém, a Guarda Costeira os pegou e o barco afundou. Após esse fatídico episódio, os dois amigos se separaram.

O tempo passou e Weisbecker virou escritor e roteirista da série televisiva "Miami Vice". Um de seus livros, "In search of Captain Zero", motivou os surfistas austríacos a fazer uma viagem até a Costa Rica para promover o encontro dos dois velhos amigos. Para os europeus, se o mar estivesse flat (sem ondas, para os leigos), no mínimo teriam uma boa reportagem.

Se o argumento por si só já vale, a parte técnica não fica para trás. Belíssima fotografia, enquadramentos espetaculares, trilha sonora excelente e o mais delicioso disso tudo: um texto sensacional! A busca pela onda perfeita e pelo Captain Zero, como Christopher ficou conhecido, também se transforma em uma narrativa contundente, com tiradas filosóficas, matemáticas, esotéricas e existenciais. Aos moldes do mestre Hunther Thompson e seu Jornalismo Gonzo.

Perfeito!

9 comentários:

Aline disse...

Oi dudu...
Eh a Aline namorado do Vinicius q esta escrevendo.Acho q ele vai ser grato a vc pelo resto da vida. Digamos q depois de ler o seu blog eu comecei a me interessar por bons filmes, sem julgá-los pela capa, ou pegar na locadora pq simplesmente tinha no titulo a palavra ´amor´.
Assisti essa semana: Tartarugas podem voar, Um herói do nosso tempo, Contra a parede, Desde q Otar partiu, e Zelig...Todos mto bom!!!
Enfim, so queria agradecer por ter aberto meus olhos pra o q realmente a de bom no mundo dos filmes :)
Bjo

Kamila disse...

Dudu, estou adorando esses últimos posts com filmes sobre temáticas esportivas. Como sempre, anotando os nomes e esperando poder assistí-los algum dia.

Vulgo Dudu disse...

Aline, que visita mais agradável! Muito obrigado pelo elogio. Nossa, assim fico até sem-graça. Porém, mais motivado ainda em escrever. Fico muito grato em partilhar minhas impressões cinematográficas. Melhor ainda é saber que de alguma forma elas atingem quem passa por aqui - das mais diversas formas. Belíssimos filmes os que você anda vendo. Fique à votade por aqui e volte sempre!

Kamila, os filmes serem sobre esporte realmente foi inconsciente... Porém, são meus esportes favoritos, os que pratico: basquete e surfe. "Zen and Zero" é espetacular! Já vi muito filme de surfe, mas esse foi o melhor de todos!

Obrigado pela visita, meninas! Bjs.

Ramon Scheidemantel disse...

Dudu... não entendi direito. É um documentário?
Gostei da premissa, se não for documentário, quem sabe eu assista.
Abraço!

cafe pequeno disse...

Bacana a história... interessante seu comentário sobre esse gênero de filmes, eles estão semrep se tornando "cults" da sessão da tarde e ganham sempre uma aura meio infantil, como se, por exemplo, surf, fosse coisa de adolescente somente. O mais novo "cult" sessão da tarde do Surf sem dúvida é "Na Onda dos Sonhos". srrs
inté

Vulgo Dudu disse...

Ramon, sim, é um documentário - mas com uma linguagem completamente diferente! Vale muito a pena ver, mas muito mesmo!

Felipe, durante muito tempo os filmes de surfe ficaram bobocas. Lembra de "Surf no Havaí"? Porém, houve uma retomada de um cinema mais sofisticado para o gênero. Vê-los na tela grande é sensacional!

Abs e valeu!

Museu do Cinema disse...

Oi Dudu, estou fazendo uma retrospectiva dos trabalhos dos irmãos Coen no meu blog, são os novos membros de SALA VIP do Museu do Cinema, para isso gostaria de usar sua crítica do filme A Roda da Fortuna, claro que ressaltando a fonte.

Abs

Bodhi disse...

Olá, encontrei seu blog na busca pelas legendas do "Zen and Zero". Tive baixar que o filme por torrent porque não encontrei nas locadoras. Sabe onde encontro as legendas do filme, sejam em inglês ou português?
Abraço e parabens pelo blog.

Vulgo Dudu disse...

Bodhi, eu também baixei o filme. Só que não achei legendas, nem em português, nem em inglês. E olha que catei bastante, porque tinha muita gente querendo conferir.

Se você sabe inglês, tem certa facilidade de compreensão, não deixe de conferir! Eu achei bem tranqüilo de ver sem legendas. Dica: veja com fone de ouvido, se puder. Fica mais fácil compreender...

É um filmaço, cara!

Abs!