sábado, dezembro 22, 2007

#91 - Death proof, de Quentin Tarantino


Se fosse para escolher qual dos dois filmes levar para casa, "Planet terror" ou "Death proof", certamente ficaria com o segundo. Road movies furiosos me atraem mais do que zumbis comedores de cérebro. Portanto, depois de conferir e gostar do que Rodriguez fez em seu segmento de "Grindhouse", não pude aguentar a ansieadade e baixei "Death proof", o segmento de Tarantino, que por aqui só vai ganhar as grandes telas em março do ano que vem.

Esteticamente, apesar da semelhança de propostas, o filme de Tarantino é muito superior ao de Rodriguez. Ainda que conte com os mesmos recursos para dar efeito de falha nos fotogramas, com cortes abruptos, quedas no áudio e muitos arranhões na cópia, os enquadramentos são simplesmente sensacionais. Lembram muito as produções baratas, porém extremamente caprichadas, de Russ Meyer. Capricho também na trilha sonora, na escolha do elenco e, principalmente, nos diálogos - marca registrada de Tarantino.

O roteiro é fiel ao cinema trash com conteúdo. Nada de novo: um dublê alucinado dirige um carro negro "à prova de morte" com o qual inferniza a vida de outros motoristas. Para ser mais preciso, de "outras" motoristas. E algumas dessas motoristas também são más, fazendo claras referências ao trio de "Faster, pussycat! Kill! Kill!", de Meyer.

Aliás, referências não faltam em "Death Proof". Tarantino brinca com sua própria filmografia o tempo todo. Utiliza as cores de "Kill Bill", as músicas de "Jackie Brown", as sequências de "Cães de aluguel" e uma penca de outros detalhes que, para os conhecedores da obra do diretor, são um deleite!

Um filme que vale muito ser conferido na tela grande. Agora é aguardar...

6 comentários:

Mendes disse...

Quero muito ver deathproof. Pelo comercial, parece muito foda. Será que existirão mais "grindhouses"?

Rogerio disse...

Legal Dudu, mas vou me segurar pra ver nas telonas.
Minha cota anual de tripas esgotou depois de ver "Planeta Teror".Queor aproveitar bem "Death Proof"

Abs e bom Natal!

Wiliam Domingos disse...

Eu também quero ter a experiência nas telonas...!
Tarantino já descobriu a fórmula do equílibrio, vai ser difícil vermos algo ruim do cineasta daqui pra frente! Confio no seu potencial, mas espero que ele não caia na mesmice!
Abraço!

Vulgo Dudu disse...

Mendes, já ouvi dizer que nos EUA ainda existem grindhouses, mas a maioria delas passa filmes pornográficos mesmo. Tipo sexploitation.

Rogério e William, eu bem queria aguardar também para ver o filme no cinema. Porém, não me contive de curiosidade. A data prevista de estréia por aqui é só 28 de março...

Abs!

Kamila disse...

Dudu, seu texto me deixa bastante animada para conferir "À PROVA DE MORTE". Espero mesmo que seja um trabalho superior ao PLANETA TERROR de Robert Rodriguez.

Vulgo Dudu disse...

Kamila, aguarde na fé... É muito melhor que o de Rodriguez. Perigo dizer que talvez esteja entre os melhores do ano que vem por aqui.

Bjs.