quinta-feira, outubro 25, 2007

Bat For Lashes - "What a girl to do"

Eu sempre tive uma queda por planos-seqüência. E por um motivo muito óbvio: a ousadia e o capricho que envolvem a sua realização. Bons exemplos são "Festim diabólico", do Hitchcock, e o início de "A marca da maldade", de Orson Welles. Eis, então, que me deparo com o vídeo clipe desta banda inglesa, Bat For Lashes.

Resolvi colocar esse video clipe aqui justamente pela ousadia do diretor, um tal de Dougal Wilson. Não bastasse a música sensacional, "What a girl to do", ele conseguiu um dos melhores planos-seqüência que eu já tive a oportunidade de ver, com soluções perfeitas para os enquadramentos. A direção é realmente impecável. Tudo funciona direitinho: a luz, os efeitos e até a estranha coreografia - da qual não falarei demais para não estragar o impacto que o video clipe tem. Só uma nota, que vale a pena: o figurino lembra aquele velho filme, que passava nas tardes do SBT, em que crianças eram seqüestradas por bandidos mascarados... lembra?

Dougal Wilson é muito talentoso, assim como Michel Gondry e Spike Jonze, que ambos iniciaram suas belas carreiras dirigindo video clipes.

Putz, tomara que esse cara resolva fazer um longa em breve!

7 comentários:

Kamila disse...

Adorei o videoclipe e a música é bem legal mesmo.

Bom final de semana!

Mendes disse...

ótimo clipe!

cafe pequeno disse...

Sobre o filme "O Tigre e a Neve", não sou tão contrário a Roberto, mas confesso que depois daquela subidad e cadeiras na cerimônia do Oscar é difícil de engoli-lo. POis bem, não tive coragem de ver essa produção no cinema, fui ver no DVD e até que soou bem razoável e "bacaninha", nada mais que isso. E acho que tem mais umas sequencias legais além da do campo minado. O que implico com ele tb é o fato de sua esposa sempre estar de protagonista, pois ela é uma atriz pra lá de mediana e só está com o papel porque...
é isso. inté!

Rafael Carvalho disse...

Cara, sabe que eu tbm sou fascinado por planos-sequências? Acho que tras algo de naturalidade e verdade às cenas e é um deleite visual incrível. E interessante vc citar A Marca da Maldade porque acabei de assisti-lo. Essa sequência do filme que vc citou é ótima mesmo, além de tantas outras que o Welles construiu. Festm Diabólico não vi ainda. E esse clip aí da banda inglesa é muito masssa, fiquei intrigadíssimo com aqueles caras que saem por detrás da garota, sensacional.

E não sei se vc conhece um clip de uma cantora norte-americana chamada Fiona Apple dirigido pelo PT Anderson. A música se chama Across the Universe. Não é em um único plano sequência, mas tem alguns durante o clip. (http://br.youtube.com/watch?v=8gLWTtlMwo4). É isso, valeu!

Ramon Scheidemantel disse...

Muito massa o clip. Realmente é de se esperar um grande trabalho caso ele o diretor se meta a dirigir um longa.
Dudu, não vou lembrar agora, mas havia um clip de um cantor espanhol, ou argentino, no qual ele andava na estrada sempre olhando em direção à câmera, tal qual esse trabalho. Durante o clip acontecia de tudo. Existiam muitos outros elementos. Era bem interessante o trabalho pena que não tenho como lembrar.
Abraço!

Grazielle disse...

Oi Dudu
adoro teu blog.
resolvi escrever para acrescentar uma informação.
esse clipe do bat for lashes foi inspirado no filme Donnie Darko, daí as máscaras.
abraço
Grazi

Vulgo Dudu disse...

Grazielle, engraçado, mas eu acho esse clipe bem mais parecido com aquele filme bem antigo no qual umas crianças são seqüestradas por uma gangue que usa máscaras de animais. Lembra? Me esqueci o nome...

Realmente, o coelho lembra o do "Donnie Darko".

Obrigado pela informação, pelo comentário e pela visita!

Abs!