segunda-feira, outubro 29, 2007

#79 - Kinky boots, de Julian Jarrold


Comédias britânicas, por mais insossas que possam parecer, costumam ser simpáticas. Na maioria das vezes, é um humor mais refinado, que não leva o espectador às gargalhadas, mas o mantém com um sorriso durante toda a projeção.

Em "Kinky boots", é mais ou menos assim. Filme água-com-açúcar, dramaticamente cômico, completamente previsível, mas que não chega a ser um fracasso total. O roteiro é baseado em fatos reais e conta a história de um jovem que toma a frente de uma fábrica de sapatos após a morte de seu pai. O que ele não sabia é que acabaria assumindo, também, uma série de dívidas que poderiam culminar no fechamento de suas atividades. A única saída, então, ao invés de fabricar sapatos comportados, passa a ser um tanto incomum: fabricar botas. Botas de couro. Longas e sexy. E para transformistas.

O elenco é de total desconhecidos, mas o destaque fica, obviamente, para o transformista e designer de botas ousadas, Lola, interpretado de corpo e alma por Chiwetel Ejiofor. A direção de Julian Jarrold não comete erros, mas também não gera trunfos. A trilha sonora, entretanto, foi extremamente acertada. Os números musicais são engraçados e as canções ao longo do filme, a maioria bem nostálgica, combinam com o tema.

Os diálogos são previsíveis, o clímax é previsível, as reviravoltas são previsíveis e o final, então, é muito previsível. Também há um monte de lições de vida sobre preconceito, ganância etc. Ah, mas é simpático.

Um filme para ser visto em casa. Daqueles que você nem precisa pausar para ir ao banheiro fazer xixi.

Um comentário:

Kamila disse...

Se não me engano, este filme irá passar neste mês num dos canais do Cinemax. Quando assistir ao filme, volto ao post para comentá-lo.