terça-feira, abril 10, 2007

#26 - A roda da fortuna (The Hudsucker proxy), Irmãos Coen


Este era o último título que faltava para poder dizer que os irmãos Coen nunca fizeram um filme meia-boca. Como toda unanimidade é burra, e como para toda regra há uma exceção, que a deles seja "O amor custa caro", que nem é ruim. Apenas não é espetacular feito os outros.

Em "Roda da fortuna" há tudo que um bom filme dos Coen deve ter: um bom roteiro, bons atores, bons diálogos, boa direção, boa direção de arte. Enfim, uma série de acertos para contar uma história muito interessante. Tim Robbins, novinho, interpreta Norville Barnes, um recém-formado administrador de empresa que é colocado à frente da presidência das indústrias Hudsucker logo após o suicídio do tal Sr. Hudsucker. Aliás, que cena incrível! Esta e uma outra, mais à frente, que nem vou contar aqui para não estragar o deleite alheio.

As situações insólitas, cômicas e bizarras vão aparecendo na tela, e aí é só alegria. Como é bom ver um filme rigorosamente bem feito, daqueles que não há como rotular, nem para colocar em uma prateleira pré-definida da locadora. É drama, comédia, suspense, ação e mais um pouco.

Destaque para Jennifer Jason Leigh, como a jornalista Amy Archer, vencedora de um Pulitzer que faz questão de lembrá-lo a toda hora, e Bruce Campbell, o cara de "Evil Dead", canastrão da melhor qualidade.

Obrigado, irmãos Coen!

Um comentário:

Jo disse...

poxa demorou! pena que não vi esse filme...:(
besos